quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

PARKER 51

A Parker 51 (clique na foto) é a melhor e mais vendida caneta-tinteiro de todos os tempos. Sua comercialização iniciou em 1939 - diferente do que dizem, o 51 não significa o seu ano de fabricação, mas sim a comemoração pelos 51 anos de existência da marca - e durou até 1970. Nesse período, foram vendidas aproximadamente 20 milhões de canetas Parker 51. George Parker, o fundador da companhia, adorava aviões e por isso seu estilo lembra o corpo de um avião a jato, o P-36. Ela é uma caneta robusta ideal para ser utilizada no dia-a-dia. Afinal, quem não se lembra da sua primeira Parker?

(Reprodução)

18 comentários:

M disse...

Minha primeira Parker foi uma 21 verde.

Buonanno disse...

A 21 é uma versão mais simples da 51, mas é praticamente igual.

A minha primeira foi uma 51 cinza com a tampa dourada. Meu pai comprou três idênticas e deu uma para cada irmão.

Macarrão disse...

Vovô Ubaldo deixou uma 51 verde escura com a tampa dourada .
Linda caneta !

Tohmé disse...

Tenho minha 51 em uso...mas às vezes me dá um sustos...he, he

Helio Herbert disse...

Para variar como um grande ajuntador de tranqueiras que sou,tenho algumas aquí guardadas em algum lugar na minha bagunça.
Tenho na cor vinho,verde,preta...
Todas em bom estado de conservação.

regi nat rock disse...

A minha era vinho e nao lembro que fim levou.

Francisco J.Pellegrino disse...

A minha sumiu no tempo....não adianta procurá-la...mas era uma ótima caneta...

roberto zullino disse...

Tenho uma 21, uma 51 e uma Sheaffers dourada com pena de ouro, todas jogadas em uma gaveta junto com relógios e isqueiros, todas tranqueiras inúteis.
Não uso mais, pois não existem mais cavalheiros educados que jamais pedem uma caneta tinteiro emprestada. Já tive que negar várias vezes um empréstimo de caneta tinteiro, esse povo não tem educação e não sabe que jamais se pede emprestada uma caneta tinteiro. Bando de botocudos.

RACER X disse...

huahuahuahuahua....

Buonanno disse...

Também já cansei de negar. Normalmente digo que está sem tinta ou fala que é tinteiro.

Belair disse...

Engraçado,não sabia desse gosto do "ómi" por aviões; eu gostava de brincar de aviãozinho com a 51 do meu pai...Sonhava em ter uma,depois tive quando já não brincava de aviãozinho com ela,depois desencanei e nem sei que fim levou.Mas eram bons tempos.

Jonny'O disse...

Meu Pai tem coleção de canetas ,não tenho certeza mais me parece que ele tem varias 51 ,e umas diferentes até.

Seria isso possivel?

Buonanno disse...

Jonny'O

é possível sim. Da Parker há muitos modelos diferentes: 21, 45, 51, 61, 75...

Mas além da Parker há muitas outras marcas.

Um bom site para conhecer é o Pensforever. Ele está ai do lado, na lista de blogs que eu acompanho.

regi nat rock disse...

Caneta tinteiro ou se dá, mas nunca se empresta.
Até a esferográfica bonitinha eu nao empresto. Cedo a bic que está de bom tamanho.

Buonanno disse...

Régis, é verdade.

A pena da caneta tinteiro fica com o jeito do dono ao escrever e por isso não é aconselhavel emprestá-la.

Jonny'O disse...

Regi,lembro que o meu vo falava que se alguém lhe pedia emprestada uma caneta ele preferia dar ,dizia que cada um escreve com um angulo diferente,ele falava.
-Quando se empresta uma caneta ,lhe volta um arado!

Speed disse...

Belíssima a caneta da foto!

Aprendi a escrever a tinta com uma 21. Pena que na época não era cuidadoso e acabei estragando-a.

Carlos ALBERTO TEIXEIRA disse...

Tenho uma 51 de 1946 tampa de ouro e joia de madrepérola corpo preto chama a atenção