quinta-feira, 10 de setembro de 2009

SIATA 208S

(vermelho é vermelho)Um carro que utiliza um motor de dois litros 8V da Fiat, o 208S vem da marca SIATA (Societa Italian Auto Transformazioni Accessori) que foi fundada em 1926 para produzir equipamento para a Fiat automóveis. Depois da guerra, a companhia começou a produzir seus próprios carros e em 1953 introduziu o 208S disponível nas versões conversível e fechada. Ele foi um extraordinário carro com um sofisticado chassi, suspensão independente e uma impressionante carroceria. Apenas 35 exemplares foram fabricados a um custo de US$5300. Este modelo - BS523 - da foto foi vendido zero quilômetro para ninguém menos que Steve McQueen o que o valoriza muito. Este carro que passou por uma extensa restauração e portanto está em uma excelente condição, ganhou inúmeros prêmios em exposições tais como Pebble Beach, Hillsborough, Lafayette, San Jose. Os que tiveram a felicidade de andar nele, relatam que ele é leve, ágil e possui uma direção precisa.

No destaque, seu motor com os escapes laterais e para cima (crossflow puro) que possui um surpreendente torque. Por ter pertencido a quem pertenceu, este carro tem uma interessante história que pode ser lida aqui.

(Reprodução - Site FantasyJunction- foto do motor dica do Zullino)

21 comentários:

Belair disse...

Em termos de design ate' que que da' uma "umiada" nas Rossas da epoca...

Buonanno disse...

Belair,

lembra muito as Ferraris da época, né?

E ai, ontem você assistiu o futebol ou ficou firme no tênis?

Belair disse...

A verdade e' que esqueci' do futebol,acredita? Assisti muito tenis ate' o 1o. set do Federer,que estava tao massacrante que fui dormir...

roberto zullino disse...

Vc não colocou a melhor foto que é a do pequeno V8 da Fiat com os escapes laterais e para cima, cross flow puro.

Belair disse...

AGORA quero saber se o Zullino nao gostaria de ter um ANTIGO desses....

Belair disse...

Ah!! E e' pra cima mesmo Miltao...

Buonanno disse...

Belair,

acho que com esse ele ficou animado. Basta ver como ele comentou do motor.

Buonanno disse...

Claro!!!

Para cima, como eu sempre disse. hahaha.

Valeu!

roberto zullino disse...

Esse motor é um V8 de 2000 cc, 250 cc por cilindro, praticamente 8 motocicletas da época.
Esse negócio de cross flow eu só coloquei para enfeitar o pavão, todo motor V é cross flow, mesmo os velhos Fords 8BA, a admissão é no centro do V e os escapes na lateral, do contrário nem caberiam.
Também existem alguns como os antigos BRM e Ferraris com os escapes saindo no meio do V e a admissão na lateral. Não lembro como são os Jaguarres V12.

Respondendo ao Belair. Gostaria sim, eu só gosto de carros antigos esporte ou de corrida. Se o carro tem mais que dois lugares já é velharia para mim. Sou cheio de exigências mesmo.

Belair disse...

Aaaaaaaaaaaaah bom!!!Esse carro e' realmente muito bonito,mais que as Rossas contemporaneas.
Zullino,as minhas velharias cabem SEIS!!!!hahahahaha

JackSpeed disse...

parece uma Ferrari,legal o carrinho.

Buonanno disse...

JackSpeed,

foi por isso que eu coloquei. hehehe

Francisco J.Pellegrino disse...

Cópia descarada dos carros ingleses...só faltou colocar a côr British Green Racing

F250GTO disse...

Simplesmente maravilhoso.
Babei nas fotos do carro.
Jeitão de FERRARI e com um histórico desses, não precisa de mais nada.
Não dá pra não gostar.

JackSpeed disse...

Buonanno,nem precisava dizer meu caro,rs,rs...eu percebi.no mais,se é italiano eu aprovo,gostei da criança!

roberto zullino disse...

Chicão, deixa de falar besteira. Os carros ingleses como os Cobra foram desenhados pelo John Tojeiro, um anglo-luso, com base na Ferrari 166. A matrícula desse primeiro carro é JOY 550. Esse carro deu origem a uma versão maior de matrícula LOY 550, ambos existem até hoje. O Tojeiro jamais negou a inspiração e esses carros deram o tom dos carros ingleses daí para a frente.
Na realidade, nem a Ferrari foi a responsável por nada, os carros eram encarroçados por empresas italianas e design. A Aston Martin quando queria fazer carros ganhadores mandava a Touring italiana fazer, eles invetaram a metodologia Supperlegera, tubos com placas de alumínio.
O Cobra Daytona também foi feito pela Touring e as pessoas pensam que é um carro americano. O ícone dos carros americanos de corrida do final dos anos 50 eram os Cuningham, feitos pelo milionário Briggs Cuningham. Pois bem, não tem um Cuningham americano, todos os 33 foram feitos na Itália, a maioria pela Touring. Aliás a Touring foi muito mais importante para as corridas que outras fancy houses como Zagato, Pininfarina Bertone, e ninguém fala mais deles.

De Gennaro Motors disse...

olá amigo...um pouco atrasado para comentar mais estou aqui....

HEHE

Joel Marcos Cesetti disse...

Um belo carro, como um bom italiano parece com a Ferrari.

abs

Jonny'O disse...

Escape no meio do V em carros de passeio foram muito poucos.

Assim de primeira ,lembro que o nacional Presidente tinha um motor traseiro V6 com o escape no meio do V.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.